Start Running

Sou abordado diariamente por pessoas que têm pouca ou nenhuma experiência com corrida, mas que até gostavam de praticar esta atividade física com pés e cabeça (sendo esta última muito importante). Algumas dessas pessoas pedem-me ajuda porque a informação que se encontra disponível atualmente na internet é tanta, que é fácil chegar ao ponto em que se fica sem se saber por onde começar. E têm razão.

É para essas pessoas que partilho este post, com as bases para poderem começar a correr sem se deixarem apanhar pelos detalhes.

O que é necessário para se começar a correr?

1. Sapatos de corrida

Primeiro que tudo, façam os possíveis por descobrir os melhores sapatos de corrida. E por melhores quero dizer os mais adequados para vocês. Se não perceberem muito do assunto, procurem alguém que perceba, ou um bom profissional numa loja. E por bom profissional quero dizer aquele que até é capaz de não vos vender nada, só porque o que tem não é o mais adequado para os vossos pés. Os sapatos de corrida são o vosso melhor investimento, porque têm que vos transmitir conforto e minimizar o risco de lesão.

2. Relógio para correr

Depois, procurem ter um relógio para correr. Este aparelho vai-se tornar particularmente útil para medirem a vossa evolução.

3. Soutien de desporto

Para as senhoras, será muito importante encontrarem um bom soutien de desporto.

4. Horário de corrida

De seguida, definam os vossos horários de corrida e mantenham-se fiéis ao compromisso. Definam os dias da semana e os horários em que tencionam ir correr. Escrevam na agenda, num calendário de parede, qualquer coisa será boa para começar. Os praticantes matinais costumam ser mais consistentes e, consequentemente, têm uma taxa de sucesso mais elevada. Praticar exercício de manhã cedo reduz o número de conflitos que possam existir com outros compromissos na agenda diária.

5. Locais de corrida

Não se esqueçam também de planear os locais de corrida. Sair de casa e correr nas redondezas será o mais conveniente. No entanto, não se esqueçam do fator segurança, portanto considerem coisas como o trânsito que possam encontrar, passeios, ou a presença de outros corredores. Em alternativa, podem sempre procurar um ginásio com uma passadeira, ou uma pista de corrida.

6. Plano de treinos

Um plano de treinos é muito útil e servirá de guia e de estrutura para um processo que se pretende que seja evolutivo. Correr dia sim, dia não, ou 3 ou 4 dias por semana é uma boa forma de começar e alternar dias de corrida com dias de repouso dá ao corpo tempo para recuperar. A duração das sessões de corrida podem ser tão curtas como alguns minutos, ou prolongarem-se por cerca de meia hora, dependendo do estado físico de cada um.

7. Caminhadas e treino caminhar-correr

Podem começar por um programa de caminhadas, ou optar por uma combinação de andar-correr. Caminhar inicia o processo de trabalho físico necessário para a corrida, de uma forma suave. Vai permitir estimular o coração e os pulmões, bem como começar a tonificar músculos, tendões, ligamentos, articulações, etc. Caminhem com um objetivo. Devem sentira vossa respiração e os batimentos cardíacos a aumentar, sabendo assim que estão a fazer algum esforço, sem no entanto se sentirem desconfortáveis.

Um programa de andar-correr deve introduzir pequenos intervalos de corrida no meio das caminhadas. Podem fazer isto com incrementos ligeiros que melhor se adaptem à vossa condição física. Corram durante 30 segundos ou 1 ou 2 minutos. Quando o intervalo de corrida terminar, caminhem cerca de 3 minutos para recuperar. Depois de recuperarem o fôlego, repitam a sequência novamente. Dêem ao vosso corpo algumas semanas para se adaptar a cada nível de intensidade, antes de aumentarem o tempo dos intervalos de corrida.

Se começarem logo a correr de forma contínua, pelo menos façam-no num ritmo confortável, sem esforço, que possam manter durante alguns minutos. Lembrem-se que devem conseguir manter um nível de conversação confortável enquanto correm. Se não conseguirem falar, diminuam o ritmo – estão a correr demasiado rápido. Aumentem gradualmente o tempo de corrida em pequenas percentagens cada semana.

Experimentem começar com um grupo de corrida. Juntem-se a mim no grupo Corrida Noturna Parque das Nações, para quem caminha, corre ou corre muito, todas as terças feiras às 20h30 no Parque das Nações.

Se necessitarem de ajuda, ou se quiserem saber alguma coisa que não esteja aqui escrita, deixem um comentário ou enviem-me uma mensagem.

Artigo originalmente publicado em:
Blog De Sedentário a Maratonista

José Guimarães
Written by José Guimarães
O José Guimarães é um ultra-maratonista apaixonado por desporto e actividade física e autor do blog De Sedentário a Maratonista. O José Guimarães é um Profissional Koobby: http://koobby.com/pt/jose-guimaraes Links: http://www.desedentarioamaratonista.com/ https://www.facebook.com/ DeSedentarioaMaratonista/